Já é de conhecimento geral que os frutos vermelhos são alimentos saudáveis. As cerejas fazem parte desse grupo. Conheça, neste artigo, porque deve consumir cerejas?

Este é um fruto muito nutritivo, pois contem, entre outras coisas, vitaminas A e C, cálcio, fósforo, fibra, potássio, etc. Neste sentido, trás muitos benefícios para a saúde. A cereja é apanhada desde a 2ª quinzena de Maio até Julho.

Ao consumir este fruto, como contém antocianinas, beneficiará das suas propriedades anti-inflamatórias, de fortalecimento do sistema imunitário e de retardamento do envelhecimento celular. Problemas de tendões, artrites e problemas intestinais irão melhorar com o consumo deste alimento.

Como a cereja evita a acumulação de gordura corporal, do colesterol e inflamações, tem efeitos benéficos a nível cardiovascular. Além disso, pela presença de betacarotenos e de um efeito antioxidante, a cereja fortalece e melhora a qualidade das unhas, do cabelo e da pele (sendo que preserva o colagénio, logo, mantém a elasticidade desta última e ajuda a manter o bronzeado, pois ajuda a formar melanina).

Se sofre de insónias, este alimento vai ajudá-lo também, pois é rico em melatonina, ajudando a regular o sono. Já referimos a propriedade antioxidante, o que poderá ser útil também a combater danos pelos efeitos dos radicais livres o que, pesquisas mostram, ajudará na prevenção de certos tipos de cancro como o de cólon, ovários, próstata e pâncreas.

A cereja auxilia também a manter o peso, pois o seu valor energético é reduzido, ou seja, tem poucas calorias e mantem a saciedade por mais tempo.

Não se esqueça de controlar a quantidade que consome pois, apesar de todos os benefícios, o consumo excessivo acabará por ser desvantajoso.