Teve a oportunidade de conhecer, no artigo anterior, os primeiros 5 benefícios de introduzir a Kombucha na sua alimentação. Mas estes não ficam por aqui! Saiba os outros 5 benefícios:

  1. Outro efeito muito benéfico do consumo da Kombucha é o fornecimento de energia ao organismo. Isto acontece porque o chá preto liberta ferro, que vai reforçar a hemoglobina do sangue, aumentando a oxigenação e estimulando a produção de energia celular. A cafeína e as vitaminas B também presentes na bebida, têm também efeitos energizantes
  2. Durante o processo de fermentação da Kombucha, os açúcares são “quebrados” pela levedura e pela bactéria, sendo transformados em álcool e ácido, o que torna a bebida rica em probióticos. Os probióticos são organismos vivos (chamados de “bactérias boas”) que competem com as más bactérias (causadoras de doenças), reforçando a parte intestinal do organismo e ajudando a resolver problemas digestivos
  3. Uma pesquisa de 2010, pela Universidade de Gothenburg (na Suécia), mostrou que a Kombucha pode ser útil no tratamento de úlceras estomacais (por ter, na sua constituição, anti-oxidantes)
  4. Um outro estudo, mencionado no Journal of Food Biochemistry, permitiu concluir que a Kombucha tem propriedades anti-virais e anti-bacterianas
  5. Esta bebida, quando consumida com moderação, dentro da dose diária recomendada (já referida no artigo anterior), ajuda a melhorar o metabolismo, uma vez que auxilia o organismo a queimar calorias e gorduras e a limitar a acumulação de gordura. Logo, a Kombucha pode também ser um bom auxílio na perda de peso

Saiba no próximo artigo alguns cuidados que deve ter no consumo da Kombucha.