Parabéns! Atingiu o seu peso ideal. E, contudo, não está completamente satisfeita com a sua forma física. De facto, ver os quilos diminuir não é tudo na vida de uma mulher. Se o seu problema não é o valor que a balança marca, aquilo que precisa é de um pouco mais de firmeza e de definição muscular. Precisa, em termos práticos, ao contrário do que possa pensar, de substituir a massa gorda por músculo e não de perder peso.

O sedentarismo é um dos principais culpados de um corpo flácido e pouco definido, um problema que afeta milhões de mulheres e de homens em todo o mundo. Portanto, para lutar contra este problema, o exercício físico é essencial. Mas não chega. Há mais! Há massagens, cremes, alimentos… Conheça, de seguida, as melhores estratégias e conquiste uma silhueta de sonho. Ainda a tempo do próximo verão!

O imperativo de definir objetivos

Para traçar um objetivo claro em busca da firmeza, não basta apenas guiar-se pelas aparências. É claro que é importante gostarmos do que vemos ao espelho. No entanto, convém ter uma referência numérica. Comece por medir e por comparar a percentagem de massa gorda (gordura) e massa magra (músculo). Pode fazê-lo com um aparelho próprio disponível em algumas farmácias e até nalguns ginásios.

As balanças mais modernas, de uso doméstico, também incluem esta função. O corpo feminino contém, em média, cerca de 27% de massa gorda. Acima desse valor, o corpo perde definição e firmeza. Uma das melhores formas de a assegurar é através da prática regular de exercício físico. Se não dispõe de muito tempo no dia a dia, mude de hábitos. Ande mais a pé, troque o elevador pelas escadas e mexa-se mais.

Descubra no próximo artigo o menu perfeito para obter a silhueta com que sempre sonhou!