Utilizamos a massagem como uma forma de relaxamento ou com o intuito terapêutico desde há muito tempo. Segundo o que se sabe, já na época da Grécia Antiga, esta era uma forma de terapia. Descubra, neste artigo, quais os aspetos positivos da massagem.

A massagem foi também muito utilizada no Oriente mas na Europa, começou a ganhar popularidade na Suécia, no século XIX, como um instrumento para tratar problemas musculares e esqueléticos.

Embora esta seja uma das utilidades da massagem, já foi comprovado, através de estudos, que os benefícios para a saúde são muito maiores. Contudo, esta deve ser vista como um complemento a outros tratamentos e não como única opção.

Contudo, existem, como já foi referido, muitas vantagens da massagem, não só fisiológicos mas também psicológicos.

A nível psicológico, a massagem é uma forma de descontrair e relaxar a mente, se for dada devagar e sem muita intensidade, ou pode ter um efeito estimulante se for mais acelerada e intensa. Seja como for, tem efeitos positivos na redução do cansaço e da ansiedade, tendo efeitos também na depressão, nas insónias e outros problemas psicológicos. As crianças podem, do mesmo modo, beneficiar muito com as massagens. Esta técnica é boa também para despertar sentimentos positivos, aumentar a energia, estimulação intelectual e melhoria da auto estima.

A nível fisiológico, a massagem ajuda com os sintomas da fibromialgia, problemas reumáticos, lombalgia, etc. É útil também na regulação do ritmo intestinal, na respiração, na drenagem linfática, na redução do cansaço muscular, aumento da circulação venosa e linfática, estimulação do sistema nervoso, melhoria do sono, melhoria da elasticidade da pele, equilíbrio do sistema digestivo, redução da pressão arterial, entre muitos outros benefícios.