Qualquer negócio, para ser viável, tem que ser lucrativo. Este é o objetivo principal de qualquer empresa, seja na área que for. A área de beleza não é exceção. Neste artigo, vai poder perceber estratégias para saber se o seu espaço comercial é lucrativo.

Seja em tempos de crise ou prosperidade, o mercado da beleza tem mantido sempre margens de lucro, sendo então uma das áreas a investir. Mas depois, é preciso saber como calcular a sua margem de lucro, para perceber as alterações que poderão ser necessárias no seu negócio.

Em primeiro lugar, é importante ter um cronograma onde controle os recebimentos e os pagamentos, seja diária, semanal ou quinzenalmente. No que diz respeito aos pagamentos, ou seja, aos custos, é importante distinguir entre os fixos e os variáveis.

Os custos fixos dizem respeito a todas aquelas despesas que não deixam de existir, independente do volume de negócios (como renda, internet, telefone, luz, rendimento dos funcionários, etc.). É importante também definir um salário base (e não estar dependente do volume de trabalho), este fará parte também dos custos fixos.

Já os custos variáveis, dependem do volume de negócios, do número e tipo de atendimentos que fizer (exemplo, se fez muitas manicuras, vai necessitar de adquirir mais verniz, se fez muitos brushings, vai ter de adquirir mais produtos de cabelo, etc.). Além dos materiais, tem outras despesas variáveis como, por exemplo, a água, a manutenção do espaço, entre outros.

Tendo definido estes custos, pode calcular o seu lucro, ou seja, somando os custos fixos e os variáveis de um período de tempo, vai ter os custos totais. Seguidamente, se ao valor de faturação retirar os custos totais, irá saber qual o lucro do período de tempo que definiu.

Ao saber o lucro, poderá eventualmente ter ideias de promoções ou outros tipos de publicidade que aumentem a faturação e, consequentemente, o lucro.

Existem softwares de gestão específicos para a área da beleza que poderá utilizar para facilitar a gestão da faturação e outras funções de gestão. Seja como for, deve fazer este “exercício” com frequência, pois ter uma boa noção do seu negócio é o que vai permitir um maior desenvolvimento do mesmo.