Com vários tons, profundidades ou até mesmo inchadas, as olheiras têm várias características e dependem de pessoas para pessoas, assim como de pele para pele. Estas podem surgir devido a vários fatores, como a idade, noites mal dormidas, maus hábitos, fatores genéticos ou até mesmo má oxigenação.

Já existem diversas formas de as camuflar, sendo a maquilhagem uma das mais comuns e é por isso, que ainda se comentem erros que vamos ajudá-la a evitar.
Não ter em atenção o que compra

Quando for escolher o seu corretor é necessário que além do tom, tenha em atenção se funciona ou não no seu tipo de pele. Pois, esses são os dois fatores principais que vão evitar que as suas olheiras fiquem muito claras ou que as linhas de expressão fiquem acentuadas.
Não ter noção de quantidade

Ou se coloca muito ou se coloca pouco, este é sem dúvida o que mais acontece na altura de aplicar o corretor de olheiras. A dica é ir começando com pouco, para que possa construir a camada necessária para preencher a sua olheira e obter um resultado uniforme na pele.

Não hidratar a pele

É fundamental que hidrate a zona das olheiras, pois esta é uma área sensível e que tem a tendência a ser mais seca do que a restante pele do rosto. Por isso, é fundamental que as olheiras estejam bem hidratadas, de forma que não acumule produto nas linhas de expressão.
Não aplicar o tom certo

O mais comum é aplicar um corretor bem mais claro que o tom da pele, mas é necessário ter cuidado para que este não fique claro de mais e se destaque na pele, em vez de a uniformizar. Uma boa dica é optar por produtos mais alaranjados para olheiras mais escuras e assim, deixar esta zona mais natural.

Não ter uma forma certa de aplicar

Saber de que forma se utiliza o produto é fundamental para saber aplicá-lo e no caso do corretor de olheiras, é preciso perceber a forma correta para que o acabamento fique perfeito. A forma mais correta de o aplicar é optar por dar leves batidas com o dedo e assim ir construindo camadas, até obter o efeito desejado.